junho 30, 2007

Fotos - como seria o mundo se fossemos toupeiras

Este site, não tem metade das fotos que deveria ter. reservo as imagens para um fotoblog, que raramente também actualizo, não por falta de espólio, mas por achar que não são suficientemente artísticas. Se o quiserem visitar é: http://www.flickr.com/photos/diariodeimagens.
Mas entretanto fiquem com umas imagens catitas.


Alguém sabe quem é a shelly?!?


Não me lembro do nome da terra, mas fica perto das Caldas da Rainha.


Hummmmmm! Bolos!


Esta é uma das estações de comboios que conheço. S. Bento.

junho 10, 2007

Figo All Stars'07

Este ano quiz ir ver o jogo de futebol de "craques" cujo único objectivo é caridade.
Fiz a minha boa acção e ainda tive oportunidade de ver jogadores que, possivelmente, não terei outra oportunidade de ver.
É bem provável que venha a ser um dos meus jogos preferidos. Não foi um jogo brilhante, mas ver os futebolistas a jogar por gosto e não porque têm de ganhar foi das coisas mais divertidas a que já assisti. O gozo com que jogavam passava para o público e isso valeu a apena.
Ver que os futebolistas tinham respeito pelos não futebolistas e até lhes davam um certo espaço de "estrelato", foi das coisas mais simpáticas a que já assisti. Ver o Gil e o Rui veloso a serem aplaudidos como jogadores brilhantes de futebol foi muito divertido. Ver que o Chico Buarque se aguenta bem a correr no campo de um lado para o outro durante "bastante" tempo foi bonito. Perceber que o Eros Ramazzoti até dá uns toques na bola foi uma surpresa. Não saber que o Will Champion era o baterista dos Coldplay foi quase imperdoável (pelo menos sabia que era um músico...).
Percebi que metade da piada de um jogo são as faltas, mas é muito mais giro ver um jogo onde não há tensão. Tirando uma pseudo-falta do figo sobre o Rui Veloso ou o penalti forçado, para que o figo marcasse um golo, e o fiscal de linha que teimava marcar os fora-de-jogo não houve mais nenhuma "tensão". Claro que estas foram as desculpas para o público "insultar" o árbito e os ficais de linha, mas tudo na base da amizade, eu até acho que o árbito deixou os cartões em casa.
A experiência foi divertida, não se torcia por nenhuma equipa e havia aplausos e ouvações sempre que havia um golo, independentemente da equipa que marcasse.



Balcão das Finanças na Loja do Cidadão à hora de Almoço

Não é o que estão a pensar. Ao contrário do que seria de esperar, não esperei. Ainda não tinha a senha na minha mão e já o monitor estava a piscar o meu número.
Desenvolvi então a teoria de que quando esperamos muitas vezes na fila da segurança social, ou das finanças, eles têm maneira de saber e da próxima vez que lá vamos eles chamam-nos logo.
É uma teoria, isso ou tive sorte.